Loading

  • slider-image
  • slider-image



    Campeãs da Copa
    Brasil de Futsal - 2017
  • slider-image
  • slider-image

Últimas Notícias

Leoas da Serra estreiam nesta sexta-feira, no Estadual Sub-20

A relação das Leoas da Serra com a categoria Sub 20 guarda um certo tom nostálgico. Afinal, foi nela que o time serrano pôde soltar, pela primeira vez, o grito de campeão. Foi no ano de 2016, no triangular final jogado no ginásio do Caça e Tiro, em Lages, com duas vitórias memoráveis: 4×2 frente ao Balcam (Balneário Camboriú) e 7×2 contra o Barateiro (Brusque). Até então, os únicos títulos eram em conquistas municipais, como Jocol, Copa Pinhão e Copa Ki-Bola.

Daquela equipe de 2016, algumas jogadoras estouraram o limite de idade e hoje jogam no time principal, como Juba, Amanda Souza e Mira. Em 2017, a Sub 20 das Leoas perdeu o estadual, mas conquistou a Taça Brasil da categoria, ao vencer o Minas ICESP de Brasília na final jogada em Manaus, por 3×2.

Para 2018, o time está bem modificado. Além das já citadas, Jhennif também não é mais Sub 20, e Luana Rodrigues, autora dos três gols na final da Copa do Brasil, está no Iranduba. Mesmo assim, rostos bem conhecidos do torcedor lageano estarão em quadra, em seu último jogo de Sub 20: Luiza, Giy, Gisa e Rúbia, todas campeãs Sub 20 em 2016 e, atualmente, divididas entre o Sub 20 e o time principal.

O adversário desta sexta-feira, no Jones Minosso, é justamente o atual campeão estadual Sub 20, o Balcam. O destaque da equipe é a pivô Ana, artilheira do time. Nas divisões de base, o time de Balneário Camboriú mantém a mesma base desde o Sub 16, conquistando boa parte das competições que disputou.

O adversário

Giy, que na Supercopa contra a Female marcou gols decisivos, avalia o confronto: “É um adversário muito difícil, com um jogo ofensivo e sólido. Se vencermos, teremos dado um passo importante rumo à decisão”.

Luiza, que assim como Giy é figura frequente no time principal, concorda com a companheira. “É uma partida dura e de alto nível. Esperamos o apoio do torcedor, que tem sido fundamental em tudo o que conquistamos”, diz a camisa 8.

Ingressos

Para assistir ao jogo, o torcedor deve levar ao Jones Minosso um quilo de alimento não perecível ou uma caixa de leite longa vida. A partida terá início às 20 horas. Além de Leoas e Balcam, participam do campeonato Sub 20 o Vasto Verde (Blumenau), a Female (Chapecó) e o Criciúma.

Amandinha decide e Leoas da Serra faturam a Supercopa, garantido a Libertadores

Amandinha fez juz ao nome de craque. A camisa 10 da Leoas da Serra teve atuação de gala, marcou duas vezes e ajudou o time lageano a faturar o título da Supercopa de Futsal Feminino diante da Female, na noite desta sexta-feira (27), em Chapecó, na região Oeste de Santa Catarina. A partida foi decidida na prorrogação, depois do empate em 2 a 2 no tempo normal. O placar final foi de 4 a 2.

A conquista teve sabor de revanche, isso porque no ano passado, a equipe lageana perdeu o título do Estadual justamente para rivais de Chapecó. Com o título, as lageanas ganharam o direito de representar o Brasil na Taça Libertadores da América de Futsal Feminino. O calendário dos duelos sairá na próxima semana.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com as Leoas criando várias chances de gols. Em uma delas, Tiga fez o pivô e rolou para Amanda Souza, que abriu o placar para a equipe lageana aos 12 minutos. Menos de um minuto depois, as donas da casa empataram, com Nega, de cabeça.

A partida continuou eletrizante. Faltando um minuto para acabar a primeira etapa, após jogada individual de Getúlio, Gy recolocou as Leoas na frente do placar. O primeiro tempo terminou com o time lageano na frente do marcador, para tristeza dos torcedores das rivais.

Na volta do intervalo, as lageanas continuaram jogando bem e tiveram chance de ampliar o placar, mas pararam na defesa das adversárias. Aos 14 minutos, Nega marcou seu segundo gol da partida e empatou o duelo, levando a torcida ao delírio.

O tento de empate incendiou os torcedores, que passaram a jogar com a equipe da casa, cenário que não abateu as meninas da equipe lageana. Elas continuaram jogando bem, porém, o título foi disputado na prorrogação, que terminou com festa das Leoas.

Female leva vantagens no histórico de confrontos

Os últimos jogos entre Leoas e Female têm sido marcados pelo equilíbrio. Fora o duelo de sexta-feira, este ano, as equipes já empataram duas vezes. Apesar do triunfo em Chapecó, no histórico de confrontos o time lageano está em desvantagem, com quatro vitórias, cinco derrotas e quatro empates, em 13 jogos disputados.

Talvez a derrota mais dolorida ocorreu no ano passado, quando o time lageano perdeu o título para as rivais de Chapecó. Após empatar o jogo de ida em 2 a 2, as Leoas perderam por 1 a 0 em casa, num duelo emocionante e eletrizante, para tristeza do público que lotou o ginásio Jones Minosso. À época, as lageanas haviam recém faturado a Copa do Brasil.

Histórico

2016

  • Leoas 1 × 4 Female
  • Female 5 × 2 Leoas
  • Leoas 2 × 2 Female

2017

  • Leoas 4 × 5 Female
  • Leoas 4 × 2 Female
  • Female 1 × 4 Leoas
  • Female 3 × 2 Leoas
  • Female 2 × 2 Leoas
  • Leoas 0 x 1 Female
  • Leoas 5 × 1 Female

2018

  • Leoas 3 × 3 Female
  • Leoas 3 × 3 Female
  • Female 2 x 4 Leoas

Leoas enfrentam a Female, nesta sexta-feira, em Chapecó

As Leoas da Serra encaram a Female, na noite desta sexta-feira (27), pelo segundo jogo da final da Supercopa de Futsal Feminino. A partida acontece em Chapecó, às 20h30. No jogo de ida, no último sábado (21), em Lages, as duas equipes empataram em 3 a 3. Em caso de um novo empate, haverá prorrogação. Persistindo o placar, o título será decidido nos pênaltis.

A equipe lageana viajou na manhã desta sexta e está em Chapecó, na região Oeste Catarinense. A partida acontece no Ginásio Arlindo Plínio De Nez. Para o duelo, as Leoas não poderão contar com a ala Greice, que ainda segue se recuperando da lesão no joelho. Enquanto a Female não terá em quadra a goleira Giga e ala Michi, também lesionadas.

Os últimos jogos entre Leoas e Female têm sido marcados pelo equilíbrio. Este ano, as equipes empataram duas vezes. No histórico de confrontos o time lageano está em desvantagem, com três vitórias, cinco derrotas e quatro empates, em 12 jogos disputados.

Histórico de confrontos entre as equipes

2016

  • Leoas 1×4 Female
  • Female 5×2 Leoas
  • Leoas 2×2 Female

2017

  • Leoas 4×5 Female
  • Leoas 4×2 Female
  • Female 1×4 Leoas
  • Female 3×2 Leoas
  • Female 2×2 Leoas
  • Leoas 0x1 Female
  • Leoas 5×1 Female

2018

  • Leoas 3×3 Female
  • Leoas 3×3 Female

Amandinha é homenageada na Libertadores masculina

A atleta das Leoas da Serra e da Seleção Brasileira de Futsal, Amandinha, foi homenageada pela empresa Tramontina. A camisa 10 recebeu uma bandeja prateada das mãos de Clóvis Tramontina, fundador da empresa e presidente vitalício da ACBF. O ato ocorreu no município de Carlos Barbosa, onde vem sendo disputada a Taça Libertadores da América de Futsal Masculino.

A homenagem foi concedida a campeões do mundo com a seleção brasileira. Além de Amandinha – a única mulher a receber a honraria -, outros nomes foram lembrados, como o pivô Choco e o ala Falcão.

“Agradeço à organização, ao seu Clóvis, à ACBF e à Conmebol por lembrarem do futsal feminino, e considero essa homenagem um reconhecimento a todas nós que lutamos contra a desigualdade de gêneros”, disse Amandinha, que recebeu a homenagem vestindo a sua camisa das Leoas da Serra.

Após receber a honraria, a jogadora retornou a Lages para se juntar ao grupo das Leoas que se prepara para o segundo jogo da decisão da Supercopa, nesta sexta-feira em Chapecó, contra a Female.

Leoas empatam com Female em primeira partida da final

Repetindo o placar do último confronto, as Leoas da Serra e a Female de Chapecó, empataram na primeira partida da final da Supercopa de Futsal Feminino, no Jones Minoso, na noite deste sábado (21).

Rúbia, Gy e Diana foram as jogadoras que marcam pelo time lageano, em uma partida difícil e bastante acirrada. O último jogo, que definirá o time vencedor da competição, será no próximo dia 27, em Chapecó. O vencedor estará classificado para a Copa Libertadores da América. O último confronto entre as equipes, pela Copa Sul Brasileira de Futsal, disputada no último final de semana em Passo Fundo (RS), houve empate em 3 a 3 no tempo normal, em um duelo eletrizante. Nos pênaltis, as lageanas venceram as chapecoenses por 3 a 2 e ficaram com o título inédito da competição.

A Female começou abrindo o placar logo nos primeiros minutos da partida, mas Rúbia logo empatou o jogo. O pouco público que acompanhou a disputa no Jones Minoso estava bastante participativo e interagiu durante toda a partida com as jogadoras. A disputa foi acirrada, ambos os times fizeram diversas tentativas de gol.

Após o fim da partida, com o placar de 3×3, a técnica do time, Rafaela Nicolete, ressaltou que a semana será para trabalhar na correção dos erros. “Temos bastante coisa para trabalhar, estudar a partida, pegando desde o início do jogo. Ainda bem que temos mais uma semana”, ressalta a técnica.

A camisa 10, Amandinha, acrescentou que houvera muitos erros individuais e de finalização durante a partida. “Repetimos os mesmos erros da semana passada e além disso, a equipe do outro lado é muito qualificada”, completou. A melhor do mundo ainda ressaltou que nesta semana que antecede a decisão, será de trabalho para corrigir os erros das últimas duas partidas.

A capitã do time, Greice Behm, que continua afastada das quadras após uma lesão, revela que deve permanecer mais um mês fora das partidas. Como espectadora do jogo deste sábado (21), ela ressalta que foi um jogo complicado, devido ao potencial das duas equipes, que têm a mesma qualidade técnica em suas jogadoras. Entretanto, para a decisão da próxima sexta-feira (27), acredita que as Leoas estarão ainda mais preparadas para enfrentar suas rivais de quadra.

Clique para exibir o slide.

 

Leoas e Female decidem a Supercopa

As Leoas da Serra se prepararam para o primeiro duelo da final da Supercopa de Futsal Feminino, neste sábado, às 20h30, no Ginásio Jones Minosso, em Lages. O adversário será a rival Female. O duelo colocará frente a frente as atuais campeãs da Copa do Brasil e da Taça Brasil. O segundo jogo acontecerá em Chapecó, no dia 27 de abril.

No último confronto entre as equipes, pela Copa Sul Brasileira de Futsal, disputada no último final de semana em Passo Fundo (RS), houve empate em 3 a 3 no tempo normal, em um duelo eletrizante. Nos pênaltis, as lageanas venceram as chapecoenses por 3 a 2 e ficaram com o título inédito da competição.

“Os últimos jogos entre Leoas e Female têm sido equilibrados, não é à toa que são as duas maiores equipes do futsal feminino brasileiro. Para essa próxima partida, a gente espera um jogo ainda mais tático do que foi o último, onde acabamos saindo vitoriosos nos pênaltis”, afirma o técnico Esquerda.

Os ingressos para o jogo, no valor de R$ 10,00, podem ser encontrados em vários estabelecimentos comerciais: Along Sports, Lojas Código, Esmalteria Nacional Lages, Honolulu Sports, Ki-Bola Esportes, ShapeMass, Academia Raia 1, Farmácia Popular do Bairro, Supermercado Bastos, Redeorto Lages, VN Cópias e Uniplac. No dia do jogo, também serão vendidas as camisas modelo 2018, no valor de R$ 80,00 a unidade.

Em final eletrizante, Leoas derrubam Female nos pênaltis

Time lageano marcou 26 gols em 4 jogos e levantou a Copa Sul Brasileira
Três times catarinenses e três times gaúchos disputaram a Copa Sul Brasileira no Ginásio Capingui, em Passo Fundo, em jogos realizados sábado e domingo. Em sua chave, as Leoas estrearam contra a forte Malgi, de Pelotas, e venceram por 3×1, e confirmaram a vaga na final ao golear o Cometa Futsal, de Rodeio Bonito, por 12×0. No outro jogo da chave, a Malgi venceu o Cometa de virada por 4×2 e garantiu a segunda vaga na semifinal.
Na outra chave a Female, de Chapecó, estreou vencendo o Rondofrio de Cordilheira Alta por 7×2. O Rondofrio se recuperou vencendo as donas da casa por 5×3 e se assegurou na semifinal como segundo do grupo. A liderança da chave foi confirmada pela Female no último jogo de sábado ao bater o Liverpool por 8×1.
No domingo, às 8 da manhã, as Leoas venceram a semifinal contra o Rondofrio por 8×0. Desta partida foram poupadas as atletas  Diana e Tiga, e Amandinha jogou apenas o primeiro tempo, visando poupar o time para a decisão. Na sequência, Female e Malgi fizeram a outra semifinal e as chapecoenses aplicaram 3×0 nas gaúchas, todos os gols na etapa derradeira.
Na parte da tarde, na decisão do terceiro lugar, a Malgi assegurou o posto ao golear o Rondofrio por 9×2. A finalíssima da Copa foi logo depois, reeditando o maior clássico do futsal feminino nacional da atualidade: Leoas da Serra contra Female Futsal.
O técnico das Leoas, Anderson Esquerda, começou a partida com Bia, Diana, Amanda, Luiza e Amandinha, enquanto pela Female Éder Popiolski escalou Gabriela, Brenda, Tainara, Rossato e Nega. A primeira chance foi das Leoas, com Diana perdendo após rebote de Gabriela, e depois Amanda quase marcou em grande lance de Amandinha. A Female chegou com Brenda e Bia defendeu em dois tempos.
As primeiras trocas aconteceram e as Leoas seguiram atacando mais. Mayara chutou duas vezes para defesas de Gabriela, primeiro com os pés e depois espalmando. Bia salvou frente a frente com Vivi, mas logo depois Nega abriu o placar de cabeça em bola alçada por Gabriela: Female 1×0. A vantagem durou 10 segundos, pois Amanda roubou uma bola e soltou a canhota no canto esquerdo baixo: 1×1. A mesma Amanda quase virou o jogo no lance seguinte, e depois perdeu o segundo gol em passe de Amandinha. Mayara também quase virou o jogo em passe de Amandinha e depois Luiza acertou uma bomba no travessão. A pressão deu resultado e a virada veio em jogada de Mayara que Rossato tentou cortar e fez contra: 2×1 para as Leoas. Luiza por pouco não amplia no lance seguinte, acertando outra vez a trave, e 2×1 foi mesmo o placar da primeira etapa.
O segundo tempo iniciou com as Leoas buscando o contra ataque e Diana teve o terceiro gol à sua frente, mas Gabriela defendeu. No lance seguinte Diana não perdoou: recebeu grande passe de Amandinha e de canhota acertou a gaveta: Leoas 3×1. Thais e Amanda estiveram por marcar em chutes de meia distância, pressionando ainda mais a Female, que faltando oito minutos lançou Rossato como goleira linha.
A estratégia funcionou. Em roubada de bola Tainara descontou para 3×2 e depois Brenda empatou em 3×3 a dois minutos do fim. O jogo ficou eletrizante, com chances de parte a parte, porém, sem mais gols com a bola rolando, a decisão foi para os pênaltis.
A Female converteu duas cobranças, até que Bia defendeu o chute de Brenda. Luiza e Diana já haviam marcado pelas Leoas quando a canhota Mayara cobrou o pênalti decisivo deslocando Gabriela e deu o título ao time lageano. Esta foi a primeira conquista das Leoas na temporada e as mesmas equipes voltam a se enfrentar decidindo a Supercopa do Brasil de Futsal, com jogos dias 21 de abril em Lages e dia 28 em Chapecó.

Leoas da Serra disputam Copa Sul Brasileira no próximo fim de semana

A temporada oficial das Leoas da Serra tem início neste próximo final de semana, na cidade de Passo Fundo, onde a equipe disputará a Copa Sul Brasileira. Este torneio será o primeiro dos dois desafios, que as atuais campeãs dos Jogos Abertos (Jasc) e da Taça Brasil terão em abril, o segundo será a disputa da Super Copa nos dias 21 e 28 deste mês.

Em Passo Fundo, as Leoas enfrentarão algumas rivais já conhecidas, como o time da Female de Chapecó, rival na decisão da Super Copa. Além da equipe do Oeste do estado, o torneio contará com Rondofrio e as gaúchas Malgi Futsal, Cometa Rodeio e Liverpool.

Conforme o regulamento, as seis equipes serão divididas em duas chaves de três times cada, definidas por sorteio, com duas equipes cabeça de chave (Leoas da Serra e Female). Os times duelarão entre si dentro da própria chave e as duas melhores classificadas de cada grupo, avançam para as semifinais, onde o 1º colocado da chave A, enfrenta o 2º da B e o 1º da B, enfrenta o 2º da Chave A. Os dois vencedores disputam a final.

Como preparação para estes torneios de abril, as Leoas fizeram dois amistosos de preparação no início do mês de março. Em ambos, a equipe lageana saiu vitoriosa, contra Corinthians/Tiger e Rondofrio, respectivamente. No primeiro, a vitória foi de 3 a 1 em um jogo disputado, no segundo, o placar foi um elástico 7 a 1.

Apesar dos resultados positivos no início da pré-temporada, o time mantém a cautela para os importantes testes do mês de abril. “Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, primeiramente em Passo Fundo, e depois na Super Copa, mas estamos nos preparando muito bem para buscar o título nessas duas competições”, disse o técnico Esquerda.

Escola de Leoas inicia suas atividades em 2018

Com objetivo de levar o futsal feminino até a comunidade e divulgar a modalidade entre os jovens, reiniciou hoje na APAE e na Escola Francisco Manfrói as escolinhas “Escola de Leoas”. Além da participação das atletas da equipe principal, o programa tem a supervisão da treinadora Rafaela Nicolete, que também é uma das idealizadoras deste projeto.

A primeira aula nos dois polos já contou com mais de 70 meninas, na próxima semana o projeto se inicia no colégio Zulmira, Mutirão, Santa Helena e Lúcia Fernandes. Outros pontos estratégicos ainda devem ser escolhidos para que outras crianças da cidade tenham acesso as escolinhas “Escola de Leoas”.

Segundo Rafaela Nicolete, além de disseminar o futsal feminino o projeto tem também como principal objetivo ajudar no desenvolvimento das meninas. “Já ouvimos bons relatos dos pais em relação ao desenvolvimento social das meninas.

Também ouvimos muito das meninas que dizem não saber o que seriam delas sem as escolinhas. Varia muito de um polo para o outro, o primeiro objetivos é proporcionar a pratica esportiva as meninas, posteriormente outros objetivos se somam, como o empoderamento feminino, sair da ociosidade, melhora na concentração, desempenho escolar, disciplina, atitude, entre outros fatores”.

Dentro das escolinhas as meninas tem a oportunidade de praticar o futsal, algumas acabam se desenvolvendo de forma rápida e logo são direcionadas para as equipes de treinamento das Leoas.

Um dos maiores exemplos dos frutos colhidos pelas escolinhas é a atleta Milena Agostinho, de apenas 14 anos, que na última segunda estreou em um amistoso na equipe adulta contra Rondofrio.

“A Milena é fruto do primeiro polo das escolinhas criado na igreja São Judas Tadeu, junto com o projeto Pedro Borssatto. Ela é uma menina muito dedicada que aos poucos vai demonstrando o seu talento natural. Assim como outras que temos em nossas escolinhas, ela é uma menina de muito futuro”, afirmou Rafaela Nicolete.

A pivô Tiga de 34 anos, que chegou para reforçar o time adulto das Leoas nesse ano também tem como missão ser uma das professoras das escolinhas. Para ela, isso tudo é a realização de um sonho.

“Sou completamente apaixonada pelo projeto por ele ser social e na modalidade que eu amo e respiro há 20 anos. Hoje na escola, vendo a felicidade daquelas meninas com uma aula, a admiração e o respeito delas por nós atletas foi algo único. Ver nos olhos delas a esperança e o carinho não tem preço, é muito gratificante e tenho muito orgulho de fazer parte desse projeto”.

 

Por Leoas da Serra

Atletas das Leoas brilham e Brasil goleia o Paraguai

Seleção Brasileira de Futsal Feminino goleou o Paraguai, por 8 a 0, em jogo amistoso na noite de segunda-feira (12), no Ginásio Jones Minosso. As atletas das Leoas da Serra – Amadinha, Gy e Diana foram destaques da partida. As duas primeiras foram autoras de dois gols cada uma e Diana balançou a rede uma vez. Outros três tentos foram assinalados por Poly (2) e Gaby.

O Brasil foi superior em quadra durante toda a partida. Os primeiros minutos foram de muita marcação, mas aos poucos a seleção canarinho fez valer seu favoritismo. Amandinha abriu ao marcador logo nos primeiros minutos do jogo. Diana marcou em seguida e Poly fez 3 a 0 ainda no primeiro tempo.

O Brasil seguiu avassalador na etapa final. Caçula na seleção, a ala Giy marcou duas vezes com menos de cinco minutos da segunda etapa. No embalo da torcida, Poly marcou seu segundo gol na partida e Gaby fechou o placar. Brasil 8 a 0 e festa nas arquibancadas, que receberam mais de 3 mil torcedores que praticamente lotaram o ginásio. Foi o segundo amistoso entre Brasil e Paraguai. No primeiro, disputado no final de semana em Carlos Barbosa (RS), a seleção venceu por 5 a 2.

Antes de a bola rolar, Amadinha e Diana foram homenageadas por terem sido destaques do futsal mundial em 2017: a primeira foi escolhida melhor do mundo pela quarta vez seguida e, a segunda, por ter faturado o troféu de quinta melhor do planeta. Ambas receberam troféus oferecidos pela Fundação Municipal de Esportes (FME).

Leoas da Serra estreiam nesta sexta-feira, no Estadual Sub-20

A relação das Leoas da Serra com a categoria Sub 20 guarda um certo tom nostálgico. Afinal, foi nela que o time serrano pôde soltar, pela primeira vez, o grito de campeão. Foi no ano de 2016, no triangular final jogado no ginásio do Caça e Tiro, em Lages, com duas vitórias memoráveis: 4×2 frente ao Balcam (Balneário Camboriú) e 7×2 contra o Barateiro (Brusque). Até então, os únicos títulos eram em conquistas municipais, como Jocol, Copa Pinhão e Copa Ki-Bola.

Daquela equipe de 2016, algumas jogadoras estouraram o limite de idade e hoje jogam no time principal, como Juba, Amanda Souza e Mira. Em 2017, a Sub 20 das Leoas perdeu o estadual, mas conquistou a Taça Brasil da categoria, ao vencer o Minas ICESP de Brasília na final jogada em Manaus, por 3×2.

Para 2018, o time está bem modificado. Além das já citadas, Jhennif também não é mais Sub 20, e Luana Rodrigues, autora dos três gols na final da Copa do Brasil, está no Iranduba. Mesmo assim, rostos bem conhecidos do torcedor lageano estarão em quadra, em seu último jogo de Sub 20: Luiza, Giy, Gisa e Rúbia, todas campeãs Sub 20 em 2016 e, atualmente, divididas entre o Sub 20 e o time principal.

O adversário desta sexta-feira, no Jones Minosso, é justamente o atual campeão estadual Sub 20, o Balcam. O destaque da equipe é a pivô Ana, artilheira do time. Nas divisões de base, o time de Balneário Camboriú mantém a mesma base desde o Sub 16, conquistando boa parte das competições que disputou.

O adversário

Giy, que na Supercopa contra a Female marcou gols decisivos, avalia o confronto: “É um adversário muito difícil, com um jogo ofensivo e sólido. Se vencermos, teremos dado um passo importante rumo à decisão”.

Luiza, que assim como Giy é figura frequente no time principal, concorda com a companheira. “É uma partida dura e de alto nível. Esperamos o apoio do torcedor, que tem sido fundamental em tudo o que conquistamos”, diz a camisa 8.

Ingressos

Para assistir ao jogo, o torcedor deve levar ao Jones Minosso um quilo de alimento não perecível ou uma caixa de leite longa vida. A partida terá início às 20 horas. Além de Leoas e Balcam, participam do campeonato Sub 20 o Vasto Verde (Blumenau), a Female (Chapecó) e o Criciúma.

Amandinha decide e Leoas da Serra faturam a Supercopa, garantido a Libertadores

Amandinha fez juz ao nome de craque. A camisa 10 da Leoas da Serra teve atuação de gala, marcou duas vezes e ajudou o time lageano a faturar o título da Supercopa de Futsal Feminino diante da Female, na noite desta sexta-feira (27), em Chapecó, na região Oeste de Santa Catarina. A partida foi decidida na prorrogação, depois do empate em 2 a 2 no tempo normal. O placar final foi de 4 a 2.

A conquista teve sabor de revanche, isso porque no ano passado, a equipe lageana perdeu o título do Estadual justamente para rivais de Chapecó. Com o título, as lageanas ganharam o direito de representar o Brasil na Taça Libertadores da América de Futsal Feminino. O calendário dos duelos sairá na próxima semana.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com as Leoas criando várias chances de gols. Em uma delas, Tiga fez o pivô e rolou para Amanda Souza, que abriu o placar para a equipe lageana aos 12 minutos. Menos de um minuto depois, as donas da casa empataram, com Nega, de cabeça.

A partida continuou eletrizante. Faltando um minuto para acabar a primeira etapa, após jogada individual de Getúlio, Gy recolocou as Leoas na frente do placar. O primeiro tempo terminou com o time lageano na frente do marcador, para tristeza dos torcedores das rivais.

Na volta do intervalo, as lageanas continuaram jogando bem e tiveram chance de ampliar o placar, mas pararam na defesa das adversárias. Aos 14 minutos, Nega marcou seu segundo gol da partida e empatou o duelo, levando a torcida ao delírio.

O tento de empate incendiou os torcedores, que passaram a jogar com a equipe da casa, cenário que não abateu as meninas da equipe lageana. Elas continuaram jogando bem, porém, o título foi disputado na prorrogação, que terminou com festa das Leoas.

Female leva vantagens no histórico de confrontos

Os últimos jogos entre Leoas e Female têm sido marcados pelo equilíbrio. Fora o duelo de sexta-feira, este ano, as equipes já empataram duas vezes. Apesar do triunfo em Chapecó, no histórico de confrontos o time lageano está em desvantagem, com quatro vitórias, cinco derrotas e quatro empates, em 13 jogos disputados.

Talvez a derrota mais dolorida ocorreu no ano passado, quando o time lageano perdeu o título para as rivais de Chapecó. Após empatar o jogo de ida em 2 a 2, as Leoas perderam por 1 a 0 em casa, num duelo emocionante e eletrizante, para tristeza do público que lotou o ginásio Jones Minosso. À época, as lageanas haviam recém faturado a Copa do Brasil.

Histórico

2016

  • Leoas 1 × 4 Female
  • Female 5 × 2 Leoas
  • Leoas 2 × 2 Female

2017

  • Leoas 4 × 5 Female
  • Leoas 4 × 2 Female
  • Female 1 × 4 Leoas
  • Female 3 × 2 Leoas
  • Female 2 × 2 Leoas
  • Leoas 0 x 1 Female
  • Leoas 5 × 1 Female

2018

  • Leoas 3 × 3 Female
  • Leoas 3 × 3 Female
  • Female 2 x 4 Leoas

Leoas enfrentam a Female, nesta sexta-feira, em Chapecó

As Leoas da Serra encaram a Female, na noite desta sexta-feira (27), pelo segundo jogo da final da Supercopa de Futsal Feminino. A partida acontece em Chapecó, às 20h30. No jogo de ida, no último sábado (21), em Lages, as duas equipes empataram em 3 a 3. Em caso de um novo empate, haverá prorrogação. Persistindo o placar, o título será decidido nos pênaltis.

A equipe lageana viajou na manhã desta sexta e está em Chapecó, na região Oeste Catarinense. A partida acontece no Ginásio Arlindo Plínio De Nez. Para o duelo, as Leoas não poderão contar com a ala Greice, que ainda segue se recuperando da lesão no joelho. Enquanto a Female não terá em quadra a goleira Giga e ala Michi, também lesionadas.

Os últimos jogos entre Leoas e Female têm sido marcados pelo equilíbrio. Este ano, as equipes empataram duas vezes. No histórico de confrontos o time lageano está em desvantagem, com três vitórias, cinco derrotas e quatro empates, em 12 jogos disputados.

Histórico de confrontos entre as equipes

2016

  • Leoas 1×4 Female
  • Female 5×2 Leoas
  • Leoas 2×2 Female

2017

  • Leoas 4×5 Female
  • Leoas 4×2 Female
  • Female 1×4 Leoas
  • Female 3×2 Leoas
  • Female 2×2 Leoas
  • Leoas 0x1 Female
  • Leoas 5×1 Female

2018

  • Leoas 3×3 Female
  • Leoas 3×3 Female

Amandinha é homenageada na Libertadores masculina

A atleta das Leoas da Serra e da Seleção Brasileira de Futsal, Amandinha, foi homenageada pela empresa Tramontina. A camisa 10 recebeu uma bandeja prateada das mãos de Clóvis Tramontina, fundador da empresa e presidente vitalício da ACBF. O ato ocorreu no município de Carlos Barbosa, onde vem sendo disputada a Taça Libertadores da América de Futsal Masculino.

A homenagem foi concedida a campeões do mundo com a seleção brasileira. Além de Amandinha – a única mulher a receber a honraria -, outros nomes foram lembrados, como o pivô Choco e o ala Falcão.

“Agradeço à organização, ao seu Clóvis, à ACBF e à Conmebol por lembrarem do futsal feminino, e considero essa homenagem um reconhecimento a todas nós que lutamos contra a desigualdade de gêneros”, disse Amandinha, que recebeu a homenagem vestindo a sua camisa das Leoas da Serra.

Após receber a honraria, a jogadora retornou a Lages para se juntar ao grupo das Leoas que se prepara para o segundo jogo da decisão da Supercopa, nesta sexta-feira em Chapecó, contra a Female.

Leoas empatam com Female em primeira partida da final

Repetindo o placar do último confronto, as Leoas da Serra e a Female de Chapecó, empataram na primeira partida da final da Supercopa de Futsal Feminino, no Jones Minoso, na noite deste sábado (21).

Rúbia, Gy e Diana foram as jogadoras que marcam pelo time lageano, em uma partida difícil e bastante acirrada. O último jogo, que definirá o time vencedor da competição, será no próximo dia 27, em Chapecó. O vencedor estará classificado para a Copa Libertadores da América. O último confronto entre as equipes, pela Copa Sul Brasileira de Futsal, disputada no último final de semana em Passo Fundo (RS), houve empate em 3 a 3 no tempo normal, em um duelo eletrizante. Nos pênaltis, as lageanas venceram as chapecoenses por 3 a 2 e ficaram com o título inédito da competição.

A Female começou abrindo o placar logo nos primeiros minutos da partida, mas Rúbia logo empatou o jogo. O pouco público que acompanhou a disputa no Jones Minoso estava bastante participativo e interagiu durante toda a partida com as jogadoras. A disputa foi acirrada, ambos os times fizeram diversas tentativas de gol.

Após o fim da partida, com o placar de 3×3, a técnica do time, Rafaela Nicolete, ressaltou que a semana será para trabalhar na correção dos erros. “Temos bastante coisa para trabalhar, estudar a partida, pegando desde o início do jogo. Ainda bem que temos mais uma semana”, ressalta a técnica.

A camisa 10, Amandinha, acrescentou que houvera muitos erros individuais e de finalização durante a partida. “Repetimos os mesmos erros da semana passada e além disso, a equipe do outro lado é muito qualificada”, completou. A melhor do mundo ainda ressaltou que nesta semana que antecede a decisão, será de trabalho para corrigir os erros das últimas duas partidas.

A capitã do time, Greice Behm, que continua afastada das quadras após uma lesão, revela que deve permanecer mais um mês fora das partidas. Como espectadora do jogo deste sábado (21), ela ressalta que foi um jogo complicado, devido ao potencial das duas equipes, que têm a mesma qualidade técnica em suas jogadoras. Entretanto, para a decisão da próxima sexta-feira (27), acredita que as Leoas estarão ainda mais preparadas para enfrentar suas rivais de quadra.

Clique para exibir o slide.

 

Leoas e Female decidem a Supercopa

As Leoas da Serra se prepararam para o primeiro duelo da final da Supercopa de Futsal Feminino, neste sábado, às 20h30, no Ginásio Jones Minosso, em Lages. O adversário será a rival Female. O duelo colocará frente a frente as atuais campeãs da Copa do Brasil e da Taça Brasil. O segundo jogo acontecerá em Chapecó, no dia 27 de abril.

No último confronto entre as equipes, pela Copa Sul Brasileira de Futsal, disputada no último final de semana em Passo Fundo (RS), houve empate em 3 a 3 no tempo normal, em um duelo eletrizante. Nos pênaltis, as lageanas venceram as chapecoenses por 3 a 2 e ficaram com o título inédito da competição.

“Os últimos jogos entre Leoas e Female têm sido equilibrados, não é à toa que são as duas maiores equipes do futsal feminino brasileiro. Para essa próxima partida, a gente espera um jogo ainda mais tático do que foi o último, onde acabamos saindo vitoriosos nos pênaltis”, afirma o técnico Esquerda.

Os ingressos para o jogo, no valor de R$ 10,00, podem ser encontrados em vários estabelecimentos comerciais: Along Sports, Lojas Código, Esmalteria Nacional Lages, Honolulu Sports, Ki-Bola Esportes, ShapeMass, Academia Raia 1, Farmácia Popular do Bairro, Supermercado Bastos, Redeorto Lages, VN Cópias e Uniplac. No dia do jogo, também serão vendidas as camisas modelo 2018, no valor de R$ 80,00 a unidade.

Em final eletrizante, Leoas derrubam Female nos pênaltis

Time lageano marcou 26 gols em 4 jogos e levantou a Copa Sul Brasileira
Três times catarinenses e três times gaúchos disputaram a Copa Sul Brasileira no Ginásio Capingui, em Passo Fundo, em jogos realizados sábado e domingo. Em sua chave, as Leoas estrearam contra a forte Malgi, de Pelotas, e venceram por 3×1, e confirmaram a vaga na final ao golear o Cometa Futsal, de Rodeio Bonito, por 12×0. No outro jogo da chave, a Malgi venceu o Cometa de virada por 4×2 e garantiu a segunda vaga na semifinal.
Na outra chave a Female, de Chapecó, estreou vencendo o Rondofrio de Cordilheira Alta por 7×2. O Rondofrio se recuperou vencendo as donas da casa por 5×3 e se assegurou na semifinal como segundo do grupo. A liderança da chave foi confirmada pela Female no último jogo de sábado ao bater o Liverpool por 8×1.
No domingo, às 8 da manhã, as Leoas venceram a semifinal contra o Rondofrio por 8×0. Desta partida foram poupadas as atletas  Diana e Tiga, e Amandinha jogou apenas o primeiro tempo, visando poupar o time para a decisão. Na sequência, Female e Malgi fizeram a outra semifinal e as chapecoenses aplicaram 3×0 nas gaúchas, todos os gols na etapa derradeira.
Na parte da tarde, na decisão do terceiro lugar, a Malgi assegurou o posto ao golear o Rondofrio por 9×2. A finalíssima da Copa foi logo depois, reeditando o maior clássico do futsal feminino nacional da atualidade: Leoas da Serra contra Female Futsal.
O técnico das Leoas, Anderson Esquerda, começou a partida com Bia, Diana, Amanda, Luiza e Amandinha, enquanto pela Female Éder Popiolski escalou Gabriela, Brenda, Tainara, Rossato e Nega. A primeira chance foi das Leoas, com Diana perdendo após rebote de Gabriela, e depois Amanda quase marcou em grande lance de Amandinha. A Female chegou com Brenda e Bia defendeu em dois tempos.
As primeiras trocas aconteceram e as Leoas seguiram atacando mais. Mayara chutou duas vezes para defesas de Gabriela, primeiro com os pés e depois espalmando. Bia salvou frente a frente com Vivi, mas logo depois Nega abriu o placar de cabeça em bola alçada por Gabriela: Female 1×0. A vantagem durou 10 segundos, pois Amanda roubou uma bola e soltou a canhota no canto esquerdo baixo: 1×1. A mesma Amanda quase virou o jogo no lance seguinte, e depois perdeu o segundo gol em passe de Amandinha. Mayara também quase virou o jogo em passe de Amandinha e depois Luiza acertou uma bomba no travessão. A pressão deu resultado e a virada veio em jogada de Mayara que Rossato tentou cortar e fez contra: 2×1 para as Leoas. Luiza por pouco não amplia no lance seguinte, acertando outra vez a trave, e 2×1 foi mesmo o placar da primeira etapa.
O segundo tempo iniciou com as Leoas buscando o contra ataque e Diana teve o terceiro gol à sua frente, mas Gabriela defendeu. No lance seguinte Diana não perdoou: recebeu grande passe de Amandinha e de canhota acertou a gaveta: Leoas 3×1. Thais e Amanda estiveram por marcar em chutes de meia distância, pressionando ainda mais a Female, que faltando oito minutos lançou Rossato como goleira linha.
A estratégia funcionou. Em roubada de bola Tainara descontou para 3×2 e depois Brenda empatou em 3×3 a dois minutos do fim. O jogo ficou eletrizante, com chances de parte a parte, porém, sem mais gols com a bola rolando, a decisão foi para os pênaltis.
A Female converteu duas cobranças, até que Bia defendeu o chute de Brenda. Luiza e Diana já haviam marcado pelas Leoas quando a canhota Mayara cobrou o pênalti decisivo deslocando Gabriela e deu o título ao time lageano. Esta foi a primeira conquista das Leoas na temporada e as mesmas equipes voltam a se enfrentar decidindo a Supercopa do Brasil de Futsal, com jogos dias 21 de abril em Lages e dia 28 em Chapecó.

Leoas da Serra disputam Copa Sul Brasileira no próximo fim de semana

A temporada oficial das Leoas da Serra tem início neste próximo final de semana, na cidade de Passo Fundo, onde a equipe disputará a Copa Sul Brasileira. Este torneio será o primeiro dos dois desafios, que as atuais campeãs dos Jogos Abertos (Jasc) e da Taça Brasil terão em abril, o segundo será a disputa da Super Copa nos dias 21 e 28 deste mês.

Em Passo Fundo, as Leoas enfrentarão algumas rivais já conhecidas, como o time da Female de Chapecó, rival na decisão da Super Copa. Além da equipe do Oeste do estado, o torneio contará com Rondofrio e as gaúchas Malgi Futsal, Cometa Rodeio e Liverpool.

Conforme o regulamento, as seis equipes serão divididas em duas chaves de três times cada, definidas por sorteio, com duas equipes cabeça de chave (Leoas da Serra e Female). Os times duelarão entre si dentro da própria chave e as duas melhores classificadas de cada grupo, avançam para as semifinais, onde o 1º colocado da chave A, enfrenta o 2º da B e o 1º da B, enfrenta o 2º da Chave A. Os dois vencedores disputam a final.

Como preparação para estes torneios de abril, as Leoas fizeram dois amistosos de preparação no início do mês de março. Em ambos, a equipe lageana saiu vitoriosa, contra Corinthians/Tiger e Rondofrio, respectivamente. No primeiro, a vitória foi de 3 a 1 em um jogo disputado, no segundo, o placar foi um elástico 7 a 1.

Apesar dos resultados positivos no início da pré-temporada, o time mantém a cautela para os importantes testes do mês de abril. “Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, primeiramente em Passo Fundo, e depois na Super Copa, mas estamos nos preparando muito bem para buscar o título nessas duas competições”, disse o técnico Esquerda.

Escola de Leoas inicia suas atividades em 2018

Com objetivo de levar o futsal feminino até a comunidade e divulgar a modalidade entre os jovens, reiniciou hoje na APAE e na Escola Francisco Manfrói as escolinhas “Escola de Leoas”. Além da participação das atletas da equipe principal, o programa tem a supervisão da treinadora Rafaela Nicolete, que também é uma das idealizadoras deste projeto.

A primeira aula nos dois polos já contou com mais de 70 meninas, na próxima semana o projeto se inicia no colégio Zulmira, Mutirão, Santa Helena e Lúcia Fernandes. Outros pontos estratégicos ainda devem ser escolhidos para que outras crianças da cidade tenham acesso as escolinhas “Escola de Leoas”.

Segundo Rafaela Nicolete, além de disseminar o futsal feminino o projeto tem também como principal objetivo ajudar no desenvolvimento das meninas. “Já ouvimos bons relatos dos pais em relação ao desenvolvimento social das meninas.

Também ouvimos muito das meninas que dizem não saber o que seriam delas sem as escolinhas. Varia muito de um polo para o outro, o primeiro objetivos é proporcionar a pratica esportiva as meninas, posteriormente outros objetivos se somam, como o empoderamento feminino, sair da ociosidade, melhora na concentração, desempenho escolar, disciplina, atitude, entre outros fatores”.

Dentro das escolinhas as meninas tem a oportunidade de praticar o futsal, algumas acabam se desenvolvendo de forma rápida e logo são direcionadas para as equipes de treinamento das Leoas.

Um dos maiores exemplos dos frutos colhidos pelas escolinhas é a atleta Milena Agostinho, de apenas 14 anos, que na última segunda estreou em um amistoso na equipe adulta contra Rondofrio.

“A Milena é fruto do primeiro polo das escolinhas criado na igreja São Judas Tadeu, junto com o projeto Pedro Borssatto. Ela é uma menina muito dedicada que aos poucos vai demonstrando o seu talento natural. Assim como outras que temos em nossas escolinhas, ela é uma menina de muito futuro”, afirmou Rafaela Nicolete.

A pivô Tiga de 34 anos, que chegou para reforçar o time adulto das Leoas nesse ano também tem como missão ser uma das professoras das escolinhas. Para ela, isso tudo é a realização de um sonho.

“Sou completamente apaixonada pelo projeto por ele ser social e na modalidade que eu amo e respiro há 20 anos. Hoje na escola, vendo a felicidade daquelas meninas com uma aula, a admiração e o respeito delas por nós atletas foi algo único. Ver nos olhos delas a esperança e o carinho não tem preço, é muito gratificante e tenho muito orgulho de fazer parte desse projeto”.

 

Por Leoas da Serra

Atletas das Leoas brilham e Brasil goleia o Paraguai

Seleção Brasileira de Futsal Feminino goleou o Paraguai, por 8 a 0, em jogo amistoso na noite de segunda-feira (12), no Ginásio Jones Minosso. As atletas das Leoas da Serra – Amadinha, Gy e Diana foram destaques da partida. As duas primeiras foram autoras de dois gols cada uma e Diana balançou a rede uma vez. Outros três tentos foram assinalados por Poly (2) e Gaby.

O Brasil foi superior em quadra durante toda a partida. Os primeiros minutos foram de muita marcação, mas aos poucos a seleção canarinho fez valer seu favoritismo. Amandinha abriu ao marcador logo nos primeiros minutos do jogo. Diana marcou em seguida e Poly fez 3 a 0 ainda no primeiro tempo.

O Brasil seguiu avassalador na etapa final. Caçula na seleção, a ala Giy marcou duas vezes com menos de cinco minutos da segunda etapa. No embalo da torcida, Poly marcou seu segundo gol na partida e Gaby fechou o placar. Brasil 8 a 0 e festa nas arquibancadas, que receberam mais de 3 mil torcedores que praticamente lotaram o ginásio. Foi o segundo amistoso entre Brasil e Paraguai. No primeiro, disputado no final de semana em Carlos Barbosa (RS), a seleção venceu por 5 a 2.

Antes de a bola rolar, Amadinha e Diana foram homenageadas por terem sido destaques do futsal mundial em 2017: a primeira foi escolhida melhor do mundo pela quarta vez seguida e, a segunda, por ter faturado o troféu de quinta melhor do planeta. Ambas receberam troféus oferecidos pela Fundação Municipal de Esportes (FME).

Facebook CL


Vídeos CL

Leoas da Serra: Mudando a vida de 400 meninas

  • Aquele papo de que jogar bola é coisa de menino, definitivamente é conversa do passado. Em Lages, um projeto de futsal, exclusivo para meninas, está quebrando tabus, empoderando e dando independência para cerca de 400 garotas com idade entre 5 e 20 anos.

    Desenvolvido pela Associação Leoas da Serra, o projeto se divide em duas partes distintas. Uma é a Escola de Leoas, uma ação social que oferece aulas de futsal para meninas a partir dos 5 anos. A outra é a parte esportiva, que trabalha com atletas desde as categorias de base até o time oficial, do qual fazem parte jogadoras de alto nível e que integram a Seleção Brasileira.

    O projeto surgiu em 2013, quando as Leoas da Serra eram as representantes femininas do Internacional de Lages. No ano passado, desvinculou-se do time masculino e foi fundada a Associação Leoas da Serra, que deu ao grupo maior autonomia e possibilitou a criação do projeto social. Hoje, mesmo desvinculado do Inter, as jogadoras ainda representam a equipe de campo em competições oficiais, sempre que possível.


    Expansão

    A Escola de Leoas foi criada em 2015, inicialmente em parceria com o projeto Pedro Borssatto, desenvolvido no salão da Igreja São Judas, no bairro Copacabana. Uma das coordenadoras é Rafaela Nicolete, a Rafa, treinadora do time adulto.

    Segundo ela, quando o projeto se iniciou no ano passado, apenas seis meninas faziam as aulas de futsal. No final do ano, aproximadamente 90 garotas treinavam neste polo.

    Com o notável aumento da procura das meninas pelas aulas, surgiu a ideia de expandir o projeto para os bairros. “Foi um grande e importante passo, porque atingimos mais meninas que, muitas vezes, não tinham como ir até o São Judas para ter aulas”, explica Rafa.

    Hoje, a Escola de Leoas funciona em seis polos e, além das aulas para meninas de 5 a 12 anos, também oferece formação esportiva. Esta parte é voltada para as meninas que decidem se profissionalizar e entrar para as categorias de base. As aulas são realizadas uma vez por semana na maioria dos polos, com exceção do São Judas, onde as garotas treinam duas vezes por semana.


    Parcerias e apoiadores mantêm o projeto

    A manutenção financeira do projeto se dá por patrocínio de empresas, convênio com a Fundação Municipal de Esportes de Lages, e a captação de verbas federais e estaduais. Além dos patrocinadores, há os apoiadores, que são empresas e pessoas físicas que não contribuem com dinheiro, mas auxiliam oferecendo produtos e serviços necessários à manutenção do projeto. Um exemplo é a Uniplac, que concede bolsas de estudos para as atletas em idade universitária.

    A escola é coordenada pela treinadora Rafa, pela goleira do time adulto Beatriz Mendes e pela capitã Greice Behm. Além delas, quatro atletas da equipe oficial comandam as aulas em cada polo.

O time

Amanda  Souza
Amanda Souza
ALA
Amandinha
Amandinha
ALA
Bia
Bia
GOLEIRA
Diana
Diana
FIXA
Giy
Giy
ALA
Greice
Greice
ALA
Diana
Juba
GOLEIRA RESERVA
Thais
Thais
ALA
Mira
Mira
ALA
Fernanda
Fernanda
ALA
Jéssica Getúlio
Jéssica Getúlio
ALA


Campanha das Leoas na Copa do Brasil

Leoas da Serra (SC) 0 x 0 MGA Games (RS)

MGA Games (RS) 8 x 1 Leoas da Serra (SC)


Real Colomboo (PR) 0 x 6 Leoas da Serra (SC)

Leoas da Serra (SC) 12 x 0 Real Colomboo (PR)


Uirapuru (MT) 1 x 4 Leoas da Serra (SC)

Leoas da Serra (SC) 8 x 1 Uirapuru (MT)


Instagram