Campeões mundiais de punhobol em Lages

Time de Lages veio do Rio Grande do Sul para representar a cidade nos Jogos Abertos – Foto: Bega Godóy

Lages, 08/11/2017, Correio Lageano, por Bega Godóy

O punhobol está bem representado nos Jogos Aberto de Santa Catarina (Jasc). A equipe que defende Lages é de Novo Hamburgo/RS e é composta por nove jogadores de diferentes profissões (profissionais liberais, professor, representante comercial entre outras) e veio à Lages jogar por “amor a camisa” sem nenhuma remuneração. Dentre os nove, que jogam por Lages há cinco campeões mundiais. André Fleck, Daniel Becker, Tomaz Sauter, Leandro Fleck e Fabio Lima.

A equipe não está completa na quarta-feira contra Blumenau e Balneário de Piçarras jogou com cinco atletas. A esperança é que contra Timbó no tercerio e último jogo da fase classificatória a equipe esteja completa. “Como não recebemos renumeração estamos fazendo rodizio pois as partidas caíram em três dias de semana e fica difícil todos virem”, explica o capitão Adonar Zanata que fez o meio de campo entre a prefeitura de Lages e o clube gaúcho.

Zanata conta que no Rio Grande do Sul, o esporte é bem difundido e na cidade há um clube, o Sociedade de Ginástica, como o Caça e Tiro , aqui em Lages que oferece vários esportes e tem punhobol do mirim ao veterano. Tanto que a equipe adulta tem cinco títulos de campeão mundiais e alguns estão em Lages. Cidades como São Bento do Sul e Florianópolis contrataram atletas de Porto Alegre do clube Sociedade de Ginástica de Porto Alegre Sogipa e no total estão em Lages 15 atletas gaúchos.

Equipe de Lages abriu disputas frente à Blumenau

 

O vento pode atrapalhar as partidas assim como a chuva. Mas por outro lado, para quem está em quadra o esporte fica mais gostoso de disputar, segundo Zanata. “A bola pesa em torno de 400 gramas e com chuva ganha mais velocidade, desliza muito e com formação de poças e a bola não quica, diferente de campo seco quando as jogadas são mais trabalhadas. Com chuva é ponto, ponto e ponto um jogo não tão bom de se olhar mas bom de se jogar”, argumenta. O palco do punhobol na edição de Lages é o Estádio Vidal Ramos Júnior.

O punhobol é jogado basicamente como o vôlei.  São cinco jogadores de cada lado e três toques, um jogador defende, um jogador ataca, a diferença é que a bola pode quicar três vezes intercalado com um toque. O tamanho do campo é também um diferencial lembra um campo de futebol sete ( 50 x 25). A partida vai até 11 pontos e no máximo 15. As substituições são livres mas a equipe tem que tomar o ponto para substituir.

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)