TREKKING CAMINHO DAS TROPAS

O caminho das Tropas foi criado no século 19, para os tropeiros levarem o gado do Rio Grande do Sul até São Paulo. Boa parte deste caminho era feito entre corredores de pedras-taipas, grande parte destas taipas se encontram nos campos da Serra Catarinense.

Fizemos sábado uma caminhada por parte destes corredores, na Região de Coxilha Rica, em Lages, para mim, um dos lugares mais lindos do mundo, riachos de águas limpíssimas, bosques de araucária de rara beleza, topografia típica, coxilhas, poluição zero. Éramos cinquenta e quatro caminhantes, 90% de outras cidade (Floripa, Joinville, Curitiba, Indaial, etc).

Creio que é um excelente “produto” turístico a ser trabalhado no município de Lages. Só para se ter uma ideia do grupo, alguns ficaram pousando na Fazenda Tijolinho, localidade de Morrinhos, uma grande parte foram se hospedar nas Pousadas de Urubici.

Só acho que deveria ser dada uma atenção especial aos Corredores, que são patrimônio de nossa cultura, estão abandonados, alguns trechos de taipas precisam ser refeitos, seria ideal introduzir algumas sinalizações tipo divisa de municípios, localidades, setas indicativas, nome das fazendas onde se passa etc.

O grupo ficou encantado com tudo o que viu, e para completar fomos recepcionados com um “CAFÉ COM MISTURA” típico de nossa região com bolo de coalhada, bolinho de chuva, pão caseiro, mel, e pinhão. Parabéns a família do Sr. Edson B. Amorim pela acolhida, e também ao pessoal da Serra Sul Turismo, de Urubici pela organização

2 ideias sobre “TREKKING CAMINHO DAS TROPAS

  1. Olá Edson
    Realmente a região tem um potencial enorme a ser “explorado”.
    Talvez pouca gente saiba, mais é comum grupos de Europeus, que vem cavalgar pelas belezas naturais da Coxilha Rica, se hospedando em Fazendas históricas, conhecendo a nossa história e cultura local, que é tão rica.
    Sou natural de Lages e fã incondicional deste lugar, e após a Semana do Ecoturismo, fiquei mais convicto que a região tem tudo para se tornar uma referência no segmento natureza e aventura.
    Agora além da cavalgada, tenho certeza que será cada vez mais comum encontrarmos grupos de Cicloturistas e Caminhantes, desbravando estas paragens.
    Obrigado a todos que participaram e Boas Aventuras!

  2. Por acaso vocês tem mapa com os locais onde os corredores de taipa estão mais preservados? E é possível caminhar por estes corredores, sem ter a permissão prévia dos donos das propriedades?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>