VINÍCOLA MONTE AGUDO

Durante este mês de Julho, a Vinícola Monte Agudo trouxe a cada fim de semana um grande Chef de cozinha, para elaborar Jantares harmonizados com seus excelentes vinhos.

Este é o caminho para o Turismo da Serra Catarinense, unir nossos vinhos com pratos elaborados com ingredientes de nossa região. Só  falta agora as vinícolas oferecerem pousadas para melhor atender os turistas.

Este final de semana o Chef responsável foi o manézinho Vitor Gomes, um dos melhores de SC, inclusive já trabalhou com Alex Atala, considerado um dos top chefes do Mundo.

EMPÓRIO GRAN VIA – EU RECOMENDO

Para quem curte vinhos, esta é uma boa notícia. Inaugurou em Lages, o Empório Gran Via, especializado em vinhos, com uma grande variedade de produtos de delicatessen.
O Empório está muito bem montado, produtos diferenciados e um atendimento perfeito.
Sempre recomendo que se deve comprar vinhos em lojas especializados onde os mesmo são armazenados de forma correta, com pessoas capacitadas para indicar o vinho para uma harmonização correta.

Parabéns à Andressa e ao Beto pela iniciativa.

DECIFRE O RÓTULO DOS VINHOS ESPANHÓIS

Atendendo a curiosidade do meu amigo Cesar Guidalli, passo algumas dicas a respeito dos vinhos Espanhóis:

Vinho Jovem: Vinho um pouco envelhecido, mas não o suficiente para ser considerado “crianza”. Engarrafado logo após a sua clarificação.

Vinho de Crianza: Vinho (tinto, branco ou rose) de melhor qualidade, envelhecido pelo tempo mínimo de 2 anos, dos quais pelo menos 12 meses em barril de carvalho para os vinhos tintos e 6 meses em barril de carvalho para os brancos e rosados.

VINHOS, CHAMPAGNE E O CARNAVAL

Se o desejo é cair na folia neste carnaval, não perca tempo! Caia e com vinho, mas sem exagerar, é claro. Com dias quentes alternados com a tradicional chuvinha de carnaval, nada melhor do que se refrescar ao som das marchinhas ou do samba. Uma dica é alternar a folia, com vinhos leves como os roses, brancos e espumantes.

Caso a preferência seja por um champagne ou espumante, a comemoração deverá ficar ainda mais completa.

VINHOS

Você sabia que na Argentina, os vinhos precisam ter um mínimo de 80% de uma determinada uva para estampar a casta em seu rótulo? Um malbec varietal, por exemplo, pode ter até aproximados 20% de outras uvas em seu corte, como a merlot.

“Agora que a velhice começa, preciso aprender com o vinho a melhorar envelhecendo e, sobretudo, a escapar do terrível perigo de, envelhecendo virar vinagre”.

Dom Helder Câmara

VINHOS

O verão chegou, e nada melhor do que um bom vinho para ajudar a se refrescar na época mais quente do ano. Neste período, a melhor pedida é optar por vinhos roses e brancos, que são refrescantes e leves ou tintos menos encorpados.
Para nossa sorte os vinhos brancos e roses nacionais estão cada vez melhor.

Na serra Catarinense temos excelentes, destaco os da Vinícola Perico, Villa Francioni, Suzin recentemente premiado, Abreu Garcia, aqui nosso vizinho de Campo Belo do Sul, além de outros.

CABERNET SAUVIGNON E SEUS VINHOS CHEIOS DE PERSONALIDADE

Eleita por muitos como uva ícone na produção de vinhos potentes e robustos, a Cabernet Sauvignon, é realmente aclamada por diversas gerações. A uva pode produzir excelentes vinhos, e tem fácil adaptação em diferentes solos. Essa casta é cultivada para a produção de vinhos em diversas regiões, podendo fazer bons casamentos na produção de vinhos com outras castas como a Merlot, a Cabernet Franc e a Petit Verdot. Na Itália, ela reforça ainda mais a qualidade dos vinhos com a uva Sangiovese.

AS BEBIDAS MAIS CARAS D0 MUNDO

Romanée-conti

Vinho Romanée-Conti   Produzido na França, tem teor alcoólico de 13% e custa R$ 45 mil a garrafa. É caro porque é produzido numa vinícola que só produz uvas raras e que ocupa um espaço de apenas 1,8 hectares -mais ou menos um campo de futebol – ou seja, são pouquíssimas uvas para a fabricação dele.

UM BOM VINHO COMEÇA PELA ROLHA

Quando se pensa em um bom vinho, provavelmente, a última coisa que é pensada, por alguém que não entende do assunto, é a rolha. Aparentemente não há muito que se comentar a respeito da rolha, no entanto, ela esconde alguns segredos e procedimentos que vale muito a pena conhecer.

Existem vários tipos de rolha quanto à forma como são feitas e o material usado, e isto importa saber para determinar que segredos ela pode revelar e que procedimentos demanda.